Arquivo

Archive for junho \24\UTC 2011

Testando a integridade de dispositivos de armazenamento

O H2testw é um aplicativo simples e que não requer instalação, sendo útil para verificar a integridade de dispositivos USB e HDs. Ele pode ser usado para testar se seu pendrive é desses piratas que anuncia uma capacidade de armazenamento, mas na verdade possui outra bem menor.

O H2testw foi originalmente desenvolvido para descobrir erros em Pendrives e cartões de memória, podendo ser usado também para testar HDs internos ou externos e até mesmo volumes em rede.

Mais informações em:
http://www.baixaki.com.br/download/h2testw.htm
http://www.hardware.com.br/dicas/pendrive-inflado.html

Categorias:Informática Tags:

Curso de Android Grátis

API to simplify use of Linked Data by Web developers

Linked Data API is a configurable API layer intended to support the creation of simple RESTful APIs to be deployed as a proxy in front of a SPARQL endpoint to support:

  • Generation of documents (information resources) for the publishing of Linked Data;
  • Provision of sophisticated querying and data extraction features, without the need for end-users to write SPARQL queries;
  • Delivery of multiple output formats from these APIs, including a simple serialisation of RDF in JSON syntax.

The Linked Data API provides a configurable way to access RDF data using simple RESTful URLs that are translated into queries to a SPARQL endpoint.
The API developer writes an API spec (in RDF) which specifies how to translate URLs into queries.

Read the Linked Data API specification.

ELDA is an open source implementation of the Linked Data API created by Epimorphics Ltd.

Elda is written in Java using Jena RDF toolkit and some of the Jena developers are also actively working on ELDA.

Manipulação de Álgebra SPARQL

A seguir alguns slides que estou preparando sobre manipulação de álgebra SPARQL usando o Jena ARQ.

Comparando um CD/DVD gravado com sua imagem ISO

Após gravar um CD/DVD é sempre bom verificar se a gravação realmente deu certo. A seguir duas formas de fazer essa checagem usando o GNU/Linux:

1. Usar o comando cmp para comparar a imagem com o conteúdo gravado no CD/DVD:

cmp imagem.iso /dev/dvd

Se der tudo certo aparecerá algo assim:

cmp: Fim de arquivo (EOF) em imagem.iso

Se der problema o resultado deve ser semelhante a esse:

imagem.iso e /dev/dvd são diferentes: byte 32777, linha 1

 

2. A segunda estratégia consiste em verificar se o md5 da imagem é o mesmo md5 do CD/DVD. Para isso, calcula-se o md5 da imagem:

md5sum imagem.iso
6a1eb2f3dc35b42f8a66f1ad6c3e79b5  imagem.iso

E, depois, calcula-se o md5 do CD/DVD:

head -c 1540339712 /dev/dvd | md5sum
6a1eb2f3dc35b42f8a66f1ad6c3e79b5  -

Esse número maluco em negrito que apareceu acima é o tamanho do arquivo que pode ser obtido através de um ls:

ls -l imagem.iso
-rw------- 1 regis regis 1540339712 2011-06-04 14:24 imagem.iso

A grande vantagem da estratégia 1 é que assim que um erro é encontrado ele é logo reportado, não sendo necessário ler todo o CD/DVD para identificar o problema. Só vale a pena usar a estratégia 2 se você não quiser ficar mantendo a imagem ISO para realizar a comparação. Assim, sabendo o md5 e o tamanho do arquivo é possível testar a integridade do CD/DVD em qualquer máquina, independente da existência de sua imagem.

Categorias:Informática Tags:

Entrevista de Celso Vasconcelos sobre Avaliação da Aprendizagem

Excelente entrevista do Prof. Celso Vasconcelos sobre Avaliação de Aprendizagem:
http://www.educacaoetecnologia.org.br/?p=4919

Categorias:Educação Tags:

Fuseki: um servidor SPARQL simples

O pessoal do projeto Jena lançou em janeiro de 2011 o Fuseki. Ele é um servidor SPARQL 1.1 focado na simplicidade de uso, algo que eu realmente adoro e valorizo!!!

O Joseki foi usado inicialmente em um Workshop sobre Linked Data segundo Andy Seaborne, um dos seus desenvolvedores:
“it’s been trailed at a workshop for people new to linked data”.Suporta o protocolo SPARQL HTTP, a linguagem SPARQL Query e a linguagem SPARQL Update.
O objetivo dele é permitir a publicação, o gerenciamento e o consumo de dados RDF de forma simples.
O arquivo jar dele (fuseki-sys.jar) já tem embutidas as seguintes ferramentas: Jena, ARQ (SPARQL query engine) e TDB (RDF Store).
Ao inicializarmos o servidor, temos uma interface Web capaz de realizar consultas, atualizações e upload de arquivos rdf diretamente para o dataset usado.
As consultas podem ser federadas, ou seja, acessar mais de uma fonte de dados através do uso da operação SERVICE. Também permite o uso de vários grafos RDF que podem ser configurados para serem acessados como se fizessem parte do grafo default.
Algumas limitações que serão tratadas em futuras versões são:

  • Cada instância do servidor Fuseki somente gerencia um único dataset.
  • Ainda não há como definir restrições de segurança.
  • Não permite o armazenamento em banco relacional através do SDB, mas somente em memória (in-memory) ou em RDF Store (TDB).

Espero que o Fuseki possa evoluir rápido. Ele faz muita coisa que o Joseki fazia de forma muito mais simples, mas ainda com algumas limitações.

Falando sobre isso, o desenvolvedor Andy Seaborne diz: “Think of Fuseki as ‘Joseki 4’. It’s a chance to simply and tidy up.”.
Ou seja, é como se fosse um Joseki mais simples e arrumado.
Para saber mais sobre o Fuseki e sobre o projeto Jena, veja estes slides.

%d blogueiros gostam disto: