Arquivo

Archive for the ‘Programação’ Category

Dojo Piauí 2012

Informações sobre o nosso último DOJO do dia 30/05 podem ser acessadas em:

http://dojopi.wordpress.com/2012/06/05/coding-dojo-phb-2012-1-ordena3/

Esse foi nosso primeiro DOJO de 2012. Que possamos ter muitos outros pela frente…

Infelizmente com a dificuldade de transporte, tivemos poucos participantes.
Parabéns aos que conseguiram marcar presença!!!

Para o nosso próximo DOJO (06/06/2012), o IFPI vai disponibilizar o seu micro-ônibus. Assim, o micro-ônibus do IFPI passará pela rodoviária na quarta-feira um pouco antes das 15h para levar os alunos interessados no DOJO para o IFPI. Ao final do DOJO, o ônibus levará os alunos de volta à rodoviária.

Participem e divulguem (amigos, Facebook, Twitter, Grupos/Listas de discussão, etc.)!!!

Categorias:Dojo, Java Tags:, ,

Vídeos sobre Programação da Khan Academy

Vídeos curtos, gratuitos, com legendas em português e educativos sobre Programação da Khan Academy: http://www.khanacademy.org/#computer-science

Khan Academy em português: http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/

Vídeos dublados sobre Matemática, Biologia, Física e Química.
E muito mais está vindo por aí…

São alguns milhares de ótimos vídeos curtos para facilitar nosso aprendizado em diversos assuntos.

A Khan Academy surgiu assim:

O Rockstar da Educação – Revista EXAME
As videoaulas do americano Salman Khan já foram vistas mais de 70 milhões de vezes no YouTube (inclusive por Bill Gates).
http://www.fundacaolemann.org.br/khanportugues/uploads/exame_201108.pdf

Atualização em Março/2012: as videoaulas já foram vistas mais de 130 MILHÕES de vezes.

Scala: uma poderosa e elegante linguagem sobre a JVM

Fiquei impressionado com a performance e com os recursos oferecidos pela linguagem Scala. Ela funciona sobre a JVM, é estática e tem excelente integração com a linguagem Java. É possível ter uma idéia de sua performance a partir dessa comparação informal que fiz com outras linguagens de programação. Inclusive já existem alguns frameworks Web escritos em Scala: Lift, Scalatra e Pink.
No blog da Caelum extraí esses interessantes trechos sobre Scala:


(…)
Scala é uma linguagem de programação moderna – sua primeira versão é de 2003 – e procura vencer as batalhas da concorrência num campo familiar: a JVM. Comprometida com o pragmatismo, Scala não é uma linguagem funcional pura, mas híbrida, procurando unir o que há de mais avançando em orientação a objetos com conceitos funcionais. Foi criada pelo professor Martin Odersky, que tem a distinção de ser o autor do compilador de Java do JDK, e vem sendo desenvolvida pela sua equipe na universidade suíça EPFL.

(…)
Código Scala compila para bytecodes java normais, e é trivial invocar código Java de Scala e vice-versa. Tamanha integração com o ambiente Java levou o criador de Groovy, James Strachan, a especular que Scala é o melhor candidato a substituir Java no longo prazo. Não contente com esta polêmica, Strachan ainda afirma que se conhecesse Scala na época, não teria enxergado a necessidade da criação do Groovy. O próprio James Gosling afirmou que escolheria por Scala se tivesse de optar por outra linguagem.

(…)
Para quem quiser saber mais sobre Scala, o tour da linguagem é um bom recurso para matar a curiosidade. Mas é claro que o melhor meio de conhecer uma linguagem é meter a mão na massa, e para isso recomendo o tutorial First Steps to Scala, de autoria do próprio Martin Odersky colaborando com Bill Venners e Lex Spoon. Esse tutorial foi extraído de trechos do livro Programming in Scala, dos mesmos autores.

(…)
Fonte: http://blog.caelum.com.br/scala-sua-proxima-linguagem/

Para finalizar, Charles Nutter (criador do JRuby) afirma que nenhuma outra linguagem na JVM parece tão capaz de ser um “substituto para Java” como Scala.

Curso de Android Grátis

20 lições que aprendi sobre navegadores e a web

Um guia divertido do Google sobre navegadores e a web para pessoas que usam a internet mas não são técnicas:
http://www.20thingsilearned.com/pt-BR

Categorias:Web Tags:

Importância dos dados abertos

Em um post anterior falamos que Tim Berners-Lee fez uma palestra sobre Linked Data na Conferência TED 2009. Nessa palestra ele fez referência à apresentação de Hans Rosling na TED de 2006 sobre a importância de ter e usar dados abertos:

Durante a apresentação Hans Rosling combinou dados reunidos de vários países e desmistificou alguns mitos sobre a economia mundial.
A conclusão é que o dado isolado não tem muito valor, mas combinado pode ser de extrema relevância!

Muito interessante a forma de visualização dos dados!!! E por falar nisso, na TEDx SP 2009, a pesquisadora brasileira Fernanda Viegas apresentou uma palestra sobre visualização de dados através da ferramenta Many Eyes da IBM. A palestra pode ser conferida no vídeo a seguir:

Categorias:Linked Data, Web Tags:,

O idealizador da Web e a próxima Web: Linked Data

Atualmente o foco dos meus estudos tem sido sobre Linked Data (Dados Vinculados).
A Web hoje não é somente um espaço global de documentos, mas também de DADOS.
Linked Data basicamente é um conjunto de princípios e boas práticas para publicar e consumir dados estruturados na Web.
Uma interessante introdução ao assunto é essa mini-palestra (~15 min) do próprio idealizador da Web e diretor geral do W3C, Tim Berners-Lee durante a conferência TED (Technology, Entertainment, Design) 2009:

Há 20 anos, Tim Berners-Lee inventou a Word Wide Web. Em seu próximo projeto, ele está construindo uma rede que vai vincular os dados, que fará aos números o mesmo que a Web fez com as palavras, imagens e videos: Libere seus dados e reestruture a forma de utilizá-los.

A palestra está em inglês, mas é possível ativar legendas em português.

Vale a pena conferir.

No ano seguinte no TED 2010, Tim Berners-Lee deu continuidade à palestra:

No TED2009, Tim Berners-Lee fez um apelo por “dados brutos agora” — para os governos, cientistas e instituições tornarem seus dados disponíveis abertamente pela internet. No TED University de 2010, ele mostra alguns resultados interessantes quando os dados são relacionados.

Complementando, há ainda esse artigo de Tim Berners-Lee na Scientific American Brasil:

Vida Longa à Web 

E quem tiver interesse em conhecer mais sobre o assunto é só se cadastrar no seguinte grupo:
https://groups.google.com/group/linked-data

O objetivo é formarmos uma sólida comunidade de Linked Data no Brasil.
Categorias:Linked Data, Web Tags:,
%d blogueiros gostam disto: